Estudando nas férias

19:54



Pela primeira vez na minha vida, resolvi estudar nas férias. Alguns professores recomendaram e, tendo em consciência o meu sonho (jornalismo na USP), achei que compensaria tentar. Comprei a revista do Guia do Estudante focada na Fuvest e, após a minha intitulada “Semana do Saco Cheio”, coloquei a mão na massa.

Esse plano está sendo testado por mim, então sua eficiência não é garantida. Além disso, tomei como base o meu jeito de aprender. Pode ser que não funcione para alguns e isso é completamente OK.


1) Tenha um material guia

Pode ser a própria revista do Guia do Estudante (há a edição Fuvest e a edição ENEM), o manual do candidato ou até as anotações de algum amigo mais velho que passou, está no cursinho ou algo do gênero. Também há a possibilidade de você querer apenas colocar a matéria do semestre em dia, nesse caso, dê uma olhada nos seus registros – cadernos, apostilas, livros.

É preciso ter um "norte" para direcionar para direcionar quais matérias você irá estudar e um material guia fará exatamente isso. No meu caso, selecionei apenas conteúdos que já vi anteriormente, mais focados no que a Fuvest cobra. Não revisarei a matéria do meu 1º ano inteiro, por exemplo, e nem irei antecipar nada. 

2) Anote todos as matérias e conteúdos contidos que você pretende estudar

Pode ser em um planner, num bullet journal, na parede... Enfim, organizar é o ponto-chave.  Pessoalmente, não vou estudar todas as matérias – não há tempo o suficiente e eu quero que o estudo “flua” em vez de ficar presa em funções polinomiais, por exemplo – e acredito que não conseguirei passar por todos os conteúdos que planejei. Não cometam esse erro e tenham noção dos seus limites.

3) Defina os horários e dias que irá estudar

Afinal de contas, você está de férias e não adianta achar que 31 dias vão ser o suficiente para revisar toda a matéria do seu vestibular ou do seu primeiro semestre. Porque não vai dar. E você merece um descanso.

Por isso, tenha noção da sua disponibilidade. Não adianta falar que vai estudar de 7 da manhã até 6 da tarde, porque o Netflix existe, sua vida social existe e sua cabeça não é a mesma de um robô. Euzinha aqui pretendo estudar algumas horas durante à tarde, provavelmente folgando nos finais de semana. Não programei nada fixo justamente porque, às vezes, eu vou me render à Gilmore Girls e isso não tem problema nenhum. Repito: é férias. 

Obviamente não dá pra usar essa desculpa todo dia se não o estudo não vai rolar, então saiba regular.

4) Separe um tempo do seu cronograma para leitura

Seja as obras do vestibular, uma revista, um jornal... Qualquer coisa informativa que, durante o período escolar, não temos tempo. Ou ficamos inventando desculpas e empurrando com a barriga. No meu caso, separei alguns livrosAmericanah, Vidas Secas e Capitães de Areia (os dois últimos sendo obras pra Fuvest) – e a revista de Atualidades do GE.


Em suma, é assim que organizei minha vida nessas férias. Espero que tenha sido útil para muita gente que, assim como eu, não quer parar totalmente nas férias.

Talvez você se interesse por

0 comentários