Superioridade masculina? Não mesmo!

20:37



Se formos analisar referências bíblicas, que exercem grande influência sobre as pessoas, visto que a maioria dos brasileiros é cristã, conseguiremos enxergar as raízes do problema. Bom, estão lá eles: os famosos Adão e Eva, de boas no paraíso, aproveitando tudo (teria sido esse o primeiro hotel all inclusive do mundo?). Até que, encantada por uma serpente, Eva se deixa enganar (claro, porque a culpa tem que ser sempre da mulher, não é?) e vem ao mundo o tal do pecado original.

Hoje em dia, a maioria arrasadora tem forte crença nesta história. E o pessoal também leva a sério os ideais moldados pela religião. Não estou julgando, respeito com todo o meu coração, mas vamos combinar que nem sempre devemos seguir à risca aquilo que nos enfiam na guela, falando em nome de Deus, certo? Ainda hoje, a religião causa muita guerra no mundo.

Mas enfim, a sociedade, ao contrário do que se pensa, não foi extremamente machista e patriarcal desde seus primórdios. Quando éramos todos Flintstones, a colaboração entre homem e mulher era fundamental para a sobrevivência e não somente para a procriação. Sofremos então um processo de involução onde a ideia superioridade masculina passou a ser lei e verdade absoluta.

Ainda no início da Idade Antiga, alguns povos não tinham a concepção de que os homens eram melhores e dignos de governarem. Na verdade, o matriarcado era a forma de organização social em Kush e a religião na Ilha de Creta era matriarcal. Com as dominações, isto foi extinguido e o mundo se tornou dos homens.

Entre Idade Média e a Idade Moderna, vivenciamos, infelizmente, a Caça às Bruxas. Um marco absurdo que prejudicou as mulheres. Claro, porque para fazer algo tão maligno assim tinha que prover do sexo inferior. O medo de algo ferir o poder da Igreja era tão grande que a existência de seres malignos, destinados a destruir a cristandade, foi aceita. Sério isso?

Mas ok, não estou dizendo que homens não sofreram. Sofreram sim desde o começo da História. Mas sofreram com vantagens a mais. Quer um exemplo claro nos dias de hoje? O estupro acontece tanto com homens quanto com mulheres. Mas ninguém culpa o homem quando isso acontece. Quando acontece com alguma de nós, do sexo feminino, somos bombardeadas com a culpabilização. Quem mandou sair com essa roupa? Quem mandou andar nessa rua nesse horário? Além disso, a maioria arrasadora dos estupradores é do sexo masculino.

A superioridade é algo terrível, que devemos lutar contra. A igualdade de gênero é algo essencial para a nossa sociedade funcionar melhor. Não tem essa de alguém melhor que o outro. Que todos tenhamos as mesmas oportunidades e isso não inclui somente mulheres brancas e homens brancos, mas absolutamente todos.

Ah, e para quem não gostou, lembre-se: nós somos as netas das bruxas que vocês não conseguiram queimar!

Talvez você se interesse por

0 comentários