O dia do #GirlPower

20:15


(Imagem: via)


Não gosto de dizer que hoje é o Dia da Mulher. Me dá a impressão de que todos os outros dias são dos homens e é mais do que óbvio de que isso não é verdade. Todos os dias são dias dos homens e das mulheres, seja lá sua etnia ou orientação sexual. Prefiro o termo Dia do Poder da Mulher.



É fato que as circunstâncias que nos levaram à criação dessa data comemorativa não foram as melhores. Em épocas ainda mais difíceis, nossas antepassadas pagaram o preço por essa dia marcado com uma cor diferente no calendário. E hoje, em vez de falar sobre as várias coisas que ainda temos de corrigir na nossa sociedade, gostaria de celebrar e agradecer por nossas condições terem melhorado consideravelmente.



Não gosto de declarações clichês (típicas de redes sociais) como: mulher menstrua, mulher depila, sofre as dores do parto e entre outros, que acredito que encheu a internet hoje. É verdade que os padrões impostos até pela própria biologia não nos favorecem sempre, mas levando em conta a nossa essência, eu diria que tudo isso compensa.



Nesse 8 de março, além de escutar Beyoncé, lembre-se da sua essência, de todos aqueles detalhes que te fazem mulher e mesmo que esteja difícil suportar um mundo que conspira contra você, lembre-se também de comemorar o seu poder. Afinal, who run the world? GIRLS!

Talvez você se interesse por

0 comentários