Realidade

18:15


Acho que de tanto eu tentar, finalmente deu certo. Einsten costumava dizer que imaginação é mais importante que conhecimento. Eu idealizei tanto que acabou virando minha realidade. Mas, oh, que realidade.

Virou aquela coisa tóxica. Mas não do tipo que é só você se livrar e pronto. Aquela coisa que você não consegue desapegar, mas que fica te consumindo, e quando você vê, já está tentando catar os pedacinhos no chão.

De um lado foi bom. Foi bom eu ter me ferrado. Ter deixado tudo isso ir tão longe até o ponto onde eu não conseguia mais me reconstituir. É sempre bom a gente aprender essas coisas, mesmo que do pior jeito. Ou talvez, o único jeito. Sempre me disseram: "cuidado, menina, uma hora a realidade vem bater à sua porta e ela não é sutil". A realidade não foi sutil comigo. Mas eu agradeço. Porque talvez se ela tivesse sido, eu teria persistido no erro.

Talvez você se interesse por

0 comentários