Ela deixou

14:26


Ela deixou várias coisas. Mesmo tendo ido embora, deixou resquícios da sua existência por aí. Não seu perfume, porque não usava. "Coisa de gente fina", dizia. Não deixou suas roupas. Não deixou seu único sapato. Não deixou nada físico, na verdade.

Ela deixou o sentimento que causava em todo mundo. Aquele que te dá vontade de andar por aí e mudar o mundo. "É só olhar para aquela menina que te dá vontade de sair por aí e mudar tudo que tá errado no mundo", diziam. E era verdade. Ela sempre fez as coisas, mesmo no seu universo limitado. Sempre fez o possível.

Mas sabe o que ela mais deixou? Silêncio. Só que esse silêncio não é aquele ensurdecedor que os românticos falam sobre. É o silêncio que espera. Espera para alguém dar um grito e quebrá-lo. 

A gente pensou por muito tempo que ela era a única capaz de dar esse grito, mas na verdade, deixou isso pra gente. Ela nos deu a capacidade, mas ficamos apenas esperando que, um dia, aparecia e resolveria tudo pra gente como sempre fez.

Eu não ouço mais nada sobre ela. Mas sei que ela vadia por aí na sua jornada perpétua.

Talvez você se interesse por

0 comentários